Tendência

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Camponeses ocuparam sede do INCRA em Brasilia



Representantes de dez movimentos de trabalhadores do campo ocuparam a sede do Incra, em Brasília
Adicionar legenda

 Na manhã desta segunda-feira (11) para cobrar políticas públicas para pequenos agricultores. Na pauta constam o pedido de criação de um “conselho de crise” em todas as unidades da federação, a instituição de uma ouvidoria agrária independente e o retorno do Ministério do Desenvolvimento Agrário – que passou a integrar a pasta Desenvolvimento Social e Agrário na reforma feita pelo presidente interino, Michel Temer.
Os representantes do movimento calculam a presença de 600. A ocupação começou antes das 6h.
Os grupos reivindicam uma reunião com algum representante do órgão. Segundo a coordenadora nacional do Movimento Social de Luta no DF, Raquel Lima, os movimentos sociais planejam ocupar o prédio por cerca de duas semanas a um mês.
De acordo com lideranças do movimento, que também incluía membros da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Movimento de Resistência Camponesa (MRC), União de Resistência Camponesa (URC), Movimento de Luta pela Terra (MLT), Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Frente dos Trabalhadores Livres (FTL) e do Movimento de Luta pela Terra (MLT), o grupo ocupou o 21 andares do prédio.
Robson Roberto Santana, representante da Federação Nacional dos Direitos Humanos foi enviado pela instituição para resguardar os direitos e garantias de direitos dos trabalhadores rurais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A TRIBUNA BAHIA

Noticias 24 horas do Sul da Bahia- Agência Porto Press Comunicação-Você repórter 73-99994-2798- whatsapp

Follow by Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Traduzido Por: Mais Template - Designed: Blogger Templates - Curioso Curiosidades