Tendência

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

A Tribuna/ Veja quem é a enfermeira que engana o Ministério Público em Itamaraju

Nepotismo II:
Enfermeira que deveria ter sido exonerada continua no Governo Angênica em outra função para burlar a Lei

                 Redação:Itamaraju/08/11 19:11-PortoPress com Informações: Siga a noticia
O fato evidencia as manobras da atual gestão para ludibriar o Ministério Público Estadual -acima  Aline que descumpre ordem do Ministério Público com apoio da Gestão Municipal


Sem que o MPE saiba, Aline exerce a função de coordenadora do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), contrariando o termo assinado. 
Nepotismo: Enfermeira que deveria ter sido exonerada é coordenadora na secretaria de Saúde de Itamaraju
Ao prestar declarações em uma rede social a enfermeira Aline Araújo Oliveira, que é velha conhecida do Ministério Público Estadual (MPE), acabou por entregar a função que exerce na secretaria de Saúde de Itamaraju. O nome da profissional consta em uma ata lavrada no mês de maio pelo promotor Tarcisio Robslei França onde o prefeito Marcelo Angênica (PSDB) através de seu procurador Elton Moitinho se comprometeu em demiti-la por nepotismo.
Sem que o MPE saiba, Aline exerce a função de coordenadora do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), contrariando o termo assinado. Uma fonte ligada à gestão municipal que pediu pra não ser identificada informou que Aline foi demitida da função de então Chefe da Enfermagem do Hospital Municipal, mas assim que os documentos de sua demissão foram encaminhados ao MPE ela foi readmitida em outro cargo.

A manobra pra enganar o MPE só veio à tona após a divulgação de informações dando conta da demissão de uma das equipes do Nasf. Foi aí que Aline veio a público assumir que exerce o cargo de coordenação do núcleo. A enfermeira tentou justificar as demissões acusando os membros da equipe demitida de não cumprir a carga horária. Mas as declarações da coordenadora causaram reação imediata.  Os demitidos afirmam que a coordenadora faltou com a verdade em sua afirmação.

Após o fato, Aline acabou apagando as postagens nas redes sociais, mas vários servidores salvaram as 

conversas que foram divulgadas posteriormente em grupos do Whatsapp. O fato evidencia as manobras da atual gestão para ludibriar o Ministério Público Estadual que condena a prática do nepotismo na administração pública municipal. A partir de agora o promotor Tarcisio Robslei poderá fiscalizar e cobrar o cumprimento do termo firmado aplicando as penalidades cabíveis.

A TRIBUNA24HS

A Verdade.Somente a Verdade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A TRIBUNA BAHIA

Noticias 24 horas do Sul da Bahia- Agência Porto Press Comunicação-Você repórter 73-99994-2798- whatsapp

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Traduzido Por: Mais Template - Designed: Blogger Templates - Curioso Curiosidades