http://www.saude.ba.gov.br/policlinicasregionais


Atribuna24Hs/Temendo fuga de Lula, Justiça autoriza PF a incluir seu nome na lista de ''Procurados e Impedidos''




 
O Juiz Ricardo Leite, o mesmo que mandou confiscar o passaporte do Ex. Presidente Lula e proibi-lo de deixar o País, disse em nota nesta segunda feira, 29 de janeiro, que Lula visitou 08 países em viagens não oficiais, e que estes mesmos não tem acordo de extradição com o Brasil, entre eles Cuba, onde uma possível fuga poderia se concretizar, uma vez que a prisão de Lula será uma questão de tempo.
Redação: atribuna24Hs-Por: Edmilson Ciriacco
****************************************************

O Juiz Ricardo Leite da 10ª Vara, atendendo um pedido do Ministério Público, autorizou que a Policia Federal inclua o nome do Ex. Presidente Lula no Sistema de Procurados e impedidos. Trata-se de um banco de dados em que pessoas com problemas judiciais deixem o país, as informações são acessadas por autoridades policiais em Portos, aeroportos, terminais e na emissão de Passaportes.
******************************************************************************
O Juiz justificou as medidas contra o líder esquerdista Brasileiro dizendo que são claras as manifestações de países simpatizantes ao petista em garantir asilo politico, tentando politizar o processo. Após as manifestações da CUT, MST e camponeses aqui No Sul da Bahia, principalmente na região de Itamaraju onde os grupos são mais organizados, que ocorreram dia 24 de janeiro, parece que os ânimos se acalmaram.
********************************************************************************
Em nota o Advogado de Lula Zanin Martins disse que recebeu a decisão como ''estarrecedora'', uma vez que o processo do  Ex. Presidente não foi tramitado e julgado, por isso estão cerceando o direito dele de ir e vir. Lula estava com viajem marcada para Etiópia, onde participaria de uma reunião da Organização das Nações Unidas para a alimentação e agricultura afim de discutir a erradicação da fome no Continente Africano antes de 2025.

Nenhum comentário