http://www.saude.ba.gov.br/policlinicasregionais


Imprensa denuncia que Uberlândia pode ter comprado carros de luxo com os R$ 28 milhões do FUNDEB



Site diz que levará denuncia ao Ministério Publico Federal e estadual
O portal Zero Hora News apurou que a Prefeitura municipal de Jucuruçu, no extremo sul da Bahia, através de ato da prefeita Uberlândia Carmos Pereira (PSD),  adquiriu três veículos de luxo da marca Jeep, trata-se de dois veículos Jeep Compass e de um Jeep Renegade, os veículos de luxo custaram para os cofres públicos o valor de R$ 374.000,00 (trezentos e setenta e quatro mil reais).Os carros de luxo adquiridos por Uberlândia, custaram mais caro que os investimentos para aquisição de ônibus escolares para o transporte dos alunos no ano de 2017. De acordo o portal da transparência, foram gastos apenas R$ 132.000,00 (cento e trinta e dois mil reais) para aquisição de veículo para o transporte escolar da educação básica.

Município recebeu R$ 28 Milhões de reais que terá que ser investido na Educação,mas,até o momento apenas 132 mil foi gasto com um ônibus escolar

O município de Jucuruçu, administrado por Uberlândia, tem pouco menos de 10 (dez) mil habitantes, e um IDH (índice de desenvolvimento humano) de apenas 0,541, considerado muito baixo, o que coloca Jucuruçu entre os municípios mais pobres da Bahia, e como tantos outros sofre os efeitos da crise econômica.


Mesmo com a brusca queda nos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) que atingiu o patamar de 15% do valor que era arrecadado, a Prefeita, com tantas outras prioridades resolveu investir na aquisição de veículos de luxo.
Vale lembrar que Jucuruçu foi o segundo município do extremo sul da Bahia a receber o repasse da verba do FUNDEB, sendo que recebeu o valor aproximado de 28 (vinte e oito) milhões de reais, do total de aproximadamente 44 (quarenta e quatro) milhões de reais em que tem direito a receber.A suspeita de nossa reportagem é que a Prefeita Uberlândia esteja utilizando recursos federais provenientes de rendimentos do dinheiro FUNDEB aplicado em instituições bancarias e que deveria ser aplicados exclusivamente na educação para adquirir os ditos veículos de luxo, o que, acaso confirmado, configura desvio de finalidade e via de consequência improbidade administrativa a ser tratado em âmbito federal.No fim do ano passado, professores foram as ruas em protesto para exigir a correta aplicação dos valores repatriados do FUNDEB.
Polêmica
Moradores também defendem que os recursos sejam investidos no que realmente seja necessário.
"Está precisando melhorar estrada, melhorar a saúde também,e a prefeita gastando esse dinheiro em carro de luxo", aponta a dona de casa Maria Aparecida.
"Tendo dinheiro ou não, ela [a prefeita] tem que ter humilde e ajudar quem mais precisa, não gastar dinheiro com carro importado que não é necessário. Carro é um carro, né?", completa a também dona de casa Joana Alves
A reportagem do Zero Hora tentou contato com a prefeita Uberlândia, más, o telefone informado só dava caixa, nenhum servidor da prefeitura de Jucuruçu quis comentar o assunto. A equipe de reportagem do Zero Hora News, através de várias denúncias de moradores de Jucuruçu, sobre malversação de dinheiro público, está debruçada sobre os processos licitatórios ocorridos em 2016, 2017, visitando as “supostas” empresas vencedoras e em uma série especial a partir dessa semana retratará a sociedade de Jucuruçu os bastidores obscuros dessas contratações, que vão desde editais “viciados” até empresas inexistentes de fato. s documentos dessa reportagem serão encaminhados ao Ministério Público Federal em Eunapolis para verificar se houve ou não utilização de recursos do FUNDEB na aquisição dos veículos de luxo, ao Ministério Público Estadual para apurar possível improbidade administrativa, e ao Tribunal de Contas dos Municípios para apurar a regularidade da aquisição.
Com informações: Vanderlei Filho/Zero Hora News. A informação que faz a diferença

Nenhum comentário