Sem Lula, votos nulos e brancos 'ganham eleição', mostra Datafolha/Atribuna24hs

Sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os votos nulos e em branco ‘lideram’, de acordo com a pesquisa Datafolha, a primeira feita após a prisão do petista.
Nos seis cenários do levantamento sem o líder petista, a porcentagem de votos brancos e nulos varia entre 23% e 24%, ou seja, maior do que a intenção de voto no candidato em primeiro lugar. No cenário com Lula, os votos brancos e nulos variam de 13% a 14%. Entre os eleitores de Lula, um terço prefere votar em branco ou anular o voto, em vez de escolher outro nome, segundo a pesquisa.
Mesmo com Lula preso acusado de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá, a cúpula do partido já disse que pretende manter sua candidatura. Apesar de a Lei da Ficha Limpa tornar inelegíveis candidatos condenados em tribunal colegiado, caso do ex-presidente, a legislação permite que ele peça o registro de candidatura e que o partido faça campanha até a Justiça Eleitoral decidir sobre o caso.
Fernando Haddad e Jaques Wagner, cotados para substituir Lula como candidato do Partido dos Trabalhadores não atingem mais de 2% das intenções de voto na pesquisa. Guilherme Boulos e Manuela D’Ávila, pré-candidatos de esquerda, também não vão além.
    PUBLICIDADE
A pré-candidata da Rede, Marina Silva, herdaria o maior percentual de votos de Lula (20%), em uma eleição sem o líder petista, seguida de Ciro Gomes, do PDT (15%). O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) ganharia 5% dos votos de Lula, Geraldo Alckmin (PSDB) 5%, Joaquim Barbosa (5%), Ávaro Dias (Podemos) 3%.
Apenas 3% dos eleitores de Lula disseram que votariam em Fernando Haddad (PT) e em Manuela D’ Ávila (PCdoB). Segundo o mesmo levantamento, porém, dois de cada três eleitores do ex-presidente dizem que votariam em um candidato indicado por ele. Votariam em outros 7%, em branco ou nulo, 32%. Não souberam responder 3%.
A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 11 e 13 de abril, em 227 municípios. Foram feitas 4.194 entrevistas A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Nenhum comentário