Confira: Mais de 50 carros! Os principais lançamentos que chegam ainda em 2018/atribuna24hs





Renault Alaskan virá importada da Argentina para brigar entre as picapes médias. |
Na primeira metade de 2018, mais de 30 lançamentos chegaram ao mercado brasileiro. Mas as novidades não param por aí. O segundo semestre promete ser ainda mais intenso, com mais de 50 estreias em quase todos os segmentos, de hatch compacto a superesportivos.  
Na lista estão nomes de peso, que brigarão por fatias numerosas nas vendas, como o Volkswagen T-Cross e as renovações do Ford KaHonda HR-V e Jeep Renegade. No grupo dos modelos premium estão previstas as importações do Lamborghini Urus e do Rolls-Royce Cullinan, SUVs com etiqueta de luxo.

Confira o que vem por aí:

JULHO

CHEVROLET SPIN


/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Chevrolet-Spin-LTZ-6-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg

Chevrolet Spin reestilizado chegará às lojas neste mês. A minivan adotou o visual dianteiro do Cobalt e novas lanternas, abandonou o estepe fixado na tampa do porta-malas e traz agora a segunda fileira de bancos corrediça, para ampliar o espaço interno, que já é tamanho família e com opção de 7 lugares.
O conjunto mecânico continua o mesmo 1.8, de 111 cv, com a opção de câmbios manual e automático. E não será desta vez que o monovolume virá com controle de estabilidade e de tração, nem airbags laterais
/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/JAC T50_20180705182315-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg
JAC T5 vai mudar de visual e também o nome, chamará T50, dentro da nova nomenclatura dos SUVs da marca chinesa.
Na versão automática, ele trocará o atual motor 1.5, de 127 cv, pelo 1.6, de 138 cv, que equipa atualmente o  T40 CVT . No quesito design, o modelo exibirá novos faróis, lanternas mais estreitas e tampa do bagageiro modificada, além de um acabamento interno de melhor qualidade.

TOYOTA YARIS SEDÃ

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Toyota Yaris Sedã-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg

após a carroceria hatch chegar às lojas em junho, agora será a vez da opção sedã do Toyota Yaris sedã. O inédito três volumes virá com motor único 1.5 flex, de 110 cv - no hatch há ainda o 1.3, de 101 cv. As transmissões são manual ou automática do tipo CVT.
Ele brigará com Volkswagen VirtusFiat CronosHonda City e Chevrolet Cobalt. O modelo trará de série direção elétrica, controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampa e faróis com acendimento automático

VW GOL AUTOMÁTICO

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Novo Gol-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Volkswagen lançará as novas versões do Gol e do Voyage com transmissão automática de seis marchas, colocando um ponto final no câmbio automatizado i-Motion (e nos trancos) para a dupla. A  caixa Tiptronic combinará com o motor 1.6, de 104 cv. 

AGOSTO

VOLVO V60 

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Volvo V60-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Apesar de ter sido anunciada em maio e com reservas feitas a partir de junho, a perua V60 da Volvo só estará nas concessionárias em agosto. 
O modelo será vendido em versão única pore R$ 199.950. O station wagontem motor T5 2.0 turbo, de 254 cv, associado ao câmbio automático de 8 marchas - o mesmo conjunto do XC40 e XC60. Também compartilhará as tecnologias semiautônomas dos SUVs.

SETEMBRO

CITROËN C4 CACTUS

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/citroen-c4-cactus-br-primeiras-imagens-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










C4 Cactus será o lançamento mais importante neste ano da Citroen no Brasil. O crossover deverá surgir entre setembro e outubro e melhorar as vendas da marca francesa no país. 
A produção será em Porto Real (RJ), já que a sua plataforma é a PF1, mesma do C3 e Peugeot 208.
O modelo virá com motor 1.6 THP (turbo), de 173 cv, gerenciado pelo câmbio automático de seis velocidades. As versões mais caras terão itens como frenagem de emergência e alerta de mudança de faixa. O preço deve bater a casa dos R$ 100 mil.

FORD KA

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Ford Ka Freestyle-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Toda a linha do Ka ganhará o novo visual já visto na inédita versão FreeStyle, anunciada recentemente. O compacto da Ford vai evoluir no quesito segurança, incorporando barras de proteção laterais e airbags laterais e de cortina. 
Permanece a motorização 1.0, de 85 cv, e adiciona o novo 1.5, de 137 cv, já presente na FreeStyle - ambos com três cilindros.  O câmbio automático deve ser outra novidade no restante da linha. 

NOVEMBRO

AUDI A6 

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Audi A6-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Com quase 5 metros de comprimento, a nova geração do sedã intermediário da Audi fará sua estreia no Brasil no Salão de São Paulo. As vendas estão programadas para começarem apenas em 2019. 
A6 vem em duas opções de motores: V6 3.0 com 345 cv e transmissão de dupla embreagem de sete marchas e o V6 3.0 TDI, com 290 cv e com câmbio automático Tiptronic de oito marchas.
Destaque para o quadro de instrumentos digital e as duas telas para a central multimídia.

HONDA HR-V 

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Honda HR-V-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










SUV compacto ganhará uma atualização de meia-vida, já apresentada no Japão (por lá o carro é chamado de Vezel). Deve ser a principal atração da Honda no Salão de São Paulo. 
As mudanças concentram-se na dianteira, com um nova grade e para-choque remodelado. A atualização do HR-V virá em boa hora para a marca, pois o modelo vem perdendo espaço mês a mês com a forte concorrência. O motor 1.8, de 140 cv, deve continuar.

MERCEDES-BENZ CLASSE A

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Mercedes-Benz Classe A-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg











A quarta geração do Mercedes-Benz Classe A é mais um modelo garantido no Salão de São Paulo no fim do ano e começa a ser importado na mesma época. 
Sorry, the video player failed to load.(Error Code: 101104)
Lá fora, o agora hatch tem três opções de motorização: 1.4 turbo a gasolina, de 163 cv, 2.0 turbo a gasolina, de 224 cv (que deve vir primeiro), e 1.5 diesel, de 115 cv. Destaque para a nova central multimídia com inteligência artificial, que aprende os gostos do proprietário.

MITSUBISHI ECLIPSE CROSS

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Mitsubishi Eclipse Cross_20180709101938-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Muitos lamentaram que o Eclipse reencarnou como um SUV. Mas, ao menos, o teremos no Brasil, complementando a linha de utilitários da marca, composta por OutlanderASX e Pajero.
É uma opção mais esportiva de SUV, tanto no design quanto no desempenho. Vem com motor 1.5 turbo de 163 cv e 25,4 kgfm de torque, em conjunto com câmbio CVT e tração nas quatro rodas.
A outra opção é o 2.2 turbodiesel, combinado à transmissão automática de 8 marchas.

KIA RIO

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Kia Rio-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










A chegada do Rio ao Brasil virou uma novela. A Kia alegou que a indefinição do novo regime automotivo Rota 2030 adiou o lançamento do modelo, prometido agora para o Salão de São Paulo. 
Nas variantes hatch e sedã, o Rio entrará na briga com VW Polo e Fiat Argo(ou Virtus e Cronos), além do recém-lançado Toyota Yaris. Ele usará o mesmo conjunto mecânico do ‘primo’ Hyundai HB20, com o motor 1.6 e câmbio manual ou automático de 6 marchas.

RENAULT ALASKAN

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Renault Alaskan-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Prima de plataforma da Mercedes-Benz Classe X e da Nissan Frontier, a Renault Alaskan foi lançada há dois anos no exterior e finalmente desembarca no Brasil para concorrer no segmento de picapes médias. 
Será a principal atração da marca no Salão de São Paulo, em novembro. Terá o mesmo motor 2.3 diesel e sistema de tração 4x4 da Frontier, mas com design e acabamento próprios.

FERRARI PORTOFINO

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Ferrari Portofino 5-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Mais uma estrela da mostra paulista, que ocorre em novembro. A Ferrari‘mais acessível’, batizada de Portofino, substituiu a California T, e custará algo próximo de R$ 2 milhões no Brasil. 
O esportivo tem motor 3.9 V8 biturbo, que rende 600 cv e 77,5 kgfm de torque, ou seja 40 cv mais potente que o antecessor. Números capazes de levar o carro de 0 km/h aos 100 km/h em apenas 3,5 segundos e a atingir a velocidade máxima de 320 km/h.

CAOA CHERY TIGGO 4

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Chery Tiggo 4-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










A nova parceria do mercado nacional está em ritmo acelerado de lançamentos. Após o Tiggo 2 será a vez do irmão do meio Tiggo 4, que tem um porte ligeiramente maior que o Honda HR-V. Deve usar por aqui o motor 1.5 turbo, de 147 cv, associado ao câmbio automático do tipo CVT. 

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Chery Arrizo5_20180709094847-ID000002-1200x800@GP-Web.png










Outra novidade é o Arrizo 5, que será feito será produzido em Jacareí (SP) e seu tamanho é um pouco acima do Volkswagen Virtus. Também deve vir equipado com o propulsor 1.5 turbo do Tiggo 4.

VOLKSWAGEN JETTA

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/VW Jetta-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










A nova geração do Jetta foi revelada no Salão de Detroit e por aqui será uma das estrelas do Salão de São Paulo, vinda importada do México. 
Será bem maior que a geração atual, até para se distanciar do Virtus, modelo do qual herdará muitas soluções de estilo, como a terceira janelinha lateral e a linha de teto curva. 
Manterá o motor 1.4 TSI nas versões de entrada, mas com mais potência e câmbio de 8 marchas (contra 6 do atual). Já a versão 2.0 TSI passará a 230 cv.

VOLKSWAGEN T-CROSS

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/VW T-Cross 1-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Volkswagen finalmente entrará na briga de Honda HR-VJeep RenegadeNissan KicksHyundai Creta e cia. O SUV compacto T-Cross, baseado na plataforma MQB do Polo, fará sua aparição nacional no Salão de São Paulo - a estreia, porém, acontece no Salão de Paris, em outubro. 
As vendas ficarão para o início de 2019. As informações do modelo que será produzido em São José dos Pinhais ainda são mantidas em segredo. É provável venha equipado com os motores 1.0 turbo, de 128 cv de PoloVirtus e Golf, além do 1.6 aspirado, de 117 cv.

ÚLTIMO TRIMESTRE

FORD EDGE

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Ford Edge-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Destaque no Salão de Detroit deste ano, o novo Edge desembarque por aqui entre novembro e dezembro. O crossover teve o visual renovado e incorporou mais equipamentos de segurança, incluindo frenagem automática e controle de velocidade adaptativo - freia e acelera o carro automaticamente. 
A versão esportiva, com motor  V6 de 340 cv, é a que faz sucesso nos Estados Unidos, mas é pouco provável que a Ford aposte nela também no mercado nacional.

LAMBORGHINI URUS

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Lamborghini Urus-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Não tinha como esperar menos do primeiro SUV moderno da Lamborghini. O Urus é um monstro, assim como os esportivos da marca. Chega um pouco antes do Salão de São Paulo.
É o utilitário mais rápido do mundo e o primeiro da marca italiana a vir com propulsor turbo. Entrega 650 cv em um motor 4.0 V8 biturbo, com aceleração de 0 a 100 km/h em 3,5 s e 305 km/h de máxima. Deve chegar ao Brasil com preço próximo de R$ 1,5 milhão.

JEEP RENEGADE

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/09/Capa/Imagens/Cortadas/Jeep Renegade-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg










Lançado em 2015, SUV compacto passou pela primeira atualização para continuar competitivo diante da forte concorrência. O Jeep Renegademudou pouco no visual, mas passou a adotar novos motores turbo, da família FireFly na Europa, que não chegarão ao Brasil, por enquanto.
Há novo desenho do para-choque, que agora tem as luzes de neblina mais centralizadas. As inconfundíveis sete fendas (entradas de ar) da grade frontal ficaram mais largas. Os faróis, por sua vez, ganharam um novo elemento retangular em seu interior. 
Já a traseira, destaque para o redesenho da parte interna que exibe um efeito em 3D. Os motores 1.8 flex e 2.0 diesel deverão ser mantidos.

Nenhum comentário