Diretor da AGERSA não comparece a audiência pública contra taxa abusiva de esgoto em Itamaraju

  Por: atribuna/ Edmilson Ciriacco/ fotos Atribuna
Diretores e colaboradores da APESBA lutam para diminuir valor exorbitante da Taxa de esgoto em Itamaraju. Segundo informou a assessoria, as entidades entrarão com uma Ação Civil pública contra a EMBASA. 
Elizabeth Ramos presidente da Associação de Aposentados e Pensionistas do Extremo Sul da Bahia (AAPESBA) e a Comissão do Movimento contra a Taxa de esgoto Sanitário do município de Itamaraju, Pastoral da Criança, o vice presidente Omário Botelho, da Ong AVES - Associação Ambiental do Vale Escondido, Geffeson Ramos Suassuna, o popular Quenquem da CEPLCA e outras entidades promoveram uma Audiência pública para debater a taxa de 80% cobrada pela Embasa referente ao esgoto dos moradores do município. 
Deusdete e Thalyane da APESBA registraram presença do público na audiência 
Em oficio encaminhado pela Comissão do Movimento à AGERSA - Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia havia sido confirmado a visita do Diretor Geral do órgão, Dr. Valter Antônio de Oliveira, o que de fato não ocorreu. Pouquíssimos moradores compareceram na Câmara de Vereadores demonstrando total falta de interesse pelos seus direitos. mas, a luta vai continuar, garante os organizadores.

Secretario de Governo Dalvadisio Lima prestigiou a audiência. Na foto Vereador Marcão, Antonio José e Quenquen
Amaral Jr. da APESBA e Antonio José Vice Presidente
 A luta dos Organizadores vem acontecendo a algum tempo, e com certeza será para beneficio de milhares de moradores que sofrem o abuso da empresa Embasa. Compareceram na audiência Juniex do Fiscaliza Itamaraju, Vereador Marcão do PT, Vereadora Cristina do Regional e Egnaldo Fernandes do PSDB. Gedalvo Matos, Vice Prefeito e Diretor regional da APESBA, além do Vice Presidente da APESBA Antonio José e outros palestrantes.





Nenhum comentário