Revolta: Moradores de Povoados incendeiam pontes em Itamaraju/A Tribuna

A TRIBUNA ITAMARAJU
Depois que moradores do povoado de Campo Alegre, no interior de Itamaraju, atearam fogo numa ponte na  segunda-feira, dia 27 de agosto, centena de moradores protestaram contra o descaso no local.  Com a ponte danificada, cerca de 700 moradores de Campo Alegre ficaram isolados e não conseguiram deixar a área da zona rural. Segundo os moradores, a ponte era usada para escoar a produção de gado, mamão, eucalipto, banana e café.
Após as manifestações a Prefeitura Municipal de Itamaraju anunciou a construção de uma novo ponte, obra que está em andamento, segundo informou os moradores, o material para a construção da referida ponte já estava no local a meses..
Mas na última quinta-feira, dia 30 de agosto, moradores do distrito de Piragi, também no interior de Itamaraju, incendiaram a principal ponte de acesso ao lugar. Os manifestantes exigem que a Secretaria de Obras do município construa uma nova ponte, já que a atual só estaria possibilitando o tráfego de veículos por causa da manutenção feita pelos produtores rurais.
Já no povoado de Vila União, a bomba D água deixou os moradores mais de 30 dias sem abastecimento, pela falta de ação da Secretaria Municipal de Obras e serviços públicos.

Nenhum comentário