Juíza federal Gabriela Hardt condena Lula a mais 12 anos de prisão

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão no caso do sítio de Atibaia. A decisão, em primeira instância, foi proferida pela juíza federal Gabriela Hardt, que substituiu Sérgio Moro nas ações da Operação Lava Jato.
Conforme o Ministério Público Federal (MPF), o ex-presidente Lula recebeu propina do Grupo Schain, de José Carlos Bumlai, da OAS a da Odebrecht por meio da reforma e decoração do sítio Santa Bárbara frequentado pela família do petista, em Atibaia-São Paulo, com custo de R$ 1,02 milhão. Mais 12 pessoas também foram denunciadas no processo.
Em contrapartida, conforme o MPF, Lula mantinha ex-diretores da Petrobras que comandavam esquemas de corrupção com as empreiteiras.
Lula está preso desde abril do ano passado após condenação em segunda instância pela 8ª turma do TRF-4 a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro referente ao processo do tríplex do Guarujá. Por: TN

Nenhum comentário